MEMBROS E ARTICULAÇÕES

As dor mais comum no membro é provocada pela degeneração de uma articulação ou tendão. O desgaste das grandes articulações provocada pela sobrecarga, má postura, atividades repetidas, acidentes e quedas, são fatores que ajudam inflamar e causar artrite, provocando dor na localização da articulação como ombro, quadril e joelho. Já a sobrecarga nos tendões provoca degeneração, enfraquecimento, inflamação e dor que pode persistir por muito tempo formando a tendinite. Outras são: a dor do membro fantasma, distrofia simpático reflexa, dor da cirurgia da mama, neuropatias e
neurites.

1/16

DIAGNÓSTICOS E TRATAMENTOS

Dor no ombro

A dor do ombro pode ter várias origens, as principais são tendinites, traumas, artrose e capsulite quando a dor é muito forte e persistente, a solução e fazer procedimentos invasivos para bloquear logo a dor. Os melhores são: a infiltração dentro da articulação, a infiltração dos tendões colados no ombro, o infiltração da bursite e o bloqueio do nervo supraescpular, guiados por imagens de raios-X, para ter o alívio imediato da dor e o bem estar ao paciente. Nos casos em que isso não resolver temos que fazer o tratamento definitivo, que pode ser com a lesão com radiofrequência ou crioablação do nervo
supra escapular ou infiltração de ozônio.

Tratamentos:

1:  Infiltração intra-articular no ombro


2: Infiltração do tendão do supra espinhoso


3: Desnervação do ombro com radiofrequência


4: Infiltração do tendão do bíceps


5: Infiltração na bursite do ombro


6: Infiltração acrômio-clavicular


7: Bloqueio do nervo supra escapular


8: Crioablação do nervo supra escapular


9: Infiltração da articulação com ozônio


10: Pneumoartrografia terapêutica


11: Bloqueio do gânglio estrelado

Distrofia simpático reflexa

A dor muito forte e persistente que ocorre do ombro pelo braço até a mão, com dificuldade para
movimentar, junto com atrofia muscular e dificuldade na circulação, chama-se distrofia simpático reflexa, pode ocorrer na perna também. É causada por traumas e cirurgias dos membros.


A distrofia tem que ser tratada imediatamente, assim temos que fazer logo procedimentos invasivos para bloquear a dor. Os melhores são: o bloqueio de gânglio estrelado, bloqueio da cadeia simpática ou bloqueio peridural, guiados por imagens de raios-X, para ter o alívio imediato da dor e o bem estar ao paciente. Nos casos em que isso não resolver, definitivamente, temos que fazer o tratamento com lesão com radiofrequência ou implante de eletro estimulador, conforme o caso.

Tratamentos:

1:  Bloqueio de gânglio estrelado


2: Bloqueio de cadeia simpática


3: Lesão de gânglio estrelado com radiofrequência


4: Bloqueio transforaminal cervical


5: Bloqueio de plexo braquial


6: Bloqueio transforaminal lombar


7: Bloqueio peridural lombar


8: Lesão de cadeia simpática com radiofrequência


9: Implante de eletro estimulador medular

Dor no membro fantasma

A dor muito forte e persistente que ocorre depois da amputação, chama-se dor do membro fantasma, pode ocorrer também, no local da retirada de alguns órgãos como mama e reto. A dor fantasma tem que ser tratada imediatamente, assim temos que fazer logo procedimentos invasivos para bloquear a dor. Os melhores são: o bloqueio de plexo braquial, bloqueio peridural ou bloqueio dos nervos do local, guiados por imagens de raios-X, para ter o alívio imediato dador e o

bem estar ao paciente. Nos casos em que isso
não resolver definitivamente, temos que fazer o
tratamento com lesão com radiofrequência ou
Implante de eletroestimulador medular, conforme o
caso.

Tratamentos:

1:  Bloqueio de plexo braquial


2: Bloqueio do plexo lombar


3: Bloqueio da cadeia simpática


4: Bloqueio transforaminal


5: Bloqueio peridural


6: Lesão de nervo periférico com radiofrequência


7: Crioablação de nervo periférico


8: Lesão de gânglio com radiofrequência


9: Lesão de cadeia simpática com radiofrequência


10: Implante de eletro estimulador medular

Dor no quadril, dor no joelho

A dor no quadril ou dor no joelho podem ter várias
causas, as principais são tendinites, traumas, artrose e capsulite, quando a dor é muito forte e persistente, a solução e fazer logo procedimentos invasivos para bloquear a dor. Os melhores são: a infiltração de corticoide dentro da articulação ou infiltração de ácido hialurônico, bloqueio dos nervos: femural, obturador (quadril) ou geniculares (joelho), guiados por imagens de raios-X, para ter o alívio imediato da dor e o bem estar ao paciente. Nos casos em que isso não resolver temos que fazer o tratamento definitivo, que pode ser desnervação tanto do quadril como do
joelho com radiofrequência ou crioablação, conforme
o caso.

Tratamentos:

1:  Infiltração do quadril guiada por Raios-X


2: Infiltração do joelho guiada por Raios-X


3: Infiltração de acido hialurônico


4: Bloqueio dos ramos femural e obturador para
o quadril


5: Bloqueio dos nervos geniculares para o joelho


6: Desnervação do quadril com radiofrequência


7: Desnervação do joelho com radiofrequência


8: Crioablação dos nervos do joelho


9: Infiltração da articulação com ozônio

Artrites, tendinites, Fasciite plantar ou esporão do calcâneo

Na dor do calcanhar e do pé podemos ter várias
causas as principais são fasciites, tendinites, traumas, artrose, artrite e neuroma, quando a dor é muito forte e persistente, a solução e fazer logo
procedimentos invasivos para bloquear a dor. Os
melhores são: a infiltração de corticoide dentro da
articulação, infiltração dos tendões ou infiltração da fáscia plantar (esporão), guiados por imagens de raios-X, para ter o alívio imediato da dor e o bem estar do paciente. Nos casos em que isso não resolver temos que fazer o tratamento definitivo, que pode ser crioablação dos nervos periféricos ou lesão de nervos periféricos com radiofrequência, conforme o
caso.

Tratamentos:

1: Infiltração da fasciite plantar guiada por
Raios-X


2: Infiltração da tendinite do tendão de Aquiles


3: Infiltração articular do tornozelo


4: Bloqueio dos nervos periféricos


5: Crioablação dos nervos periféricos


6: Lesão de nervos periféricos com
radiofrequência

Neuropatia periférica e Neuroma de Morton

Na dor das neuropatias periféricas podemos ter
várias causas as principais são neurites, neuralgias,
quimioterapia, radioterapia, neuromas e diabetis;
quando a dor é muito forte e persistente, a solução e fazer bloqueio direto da dor, que tem ótimo
resultado. Os melhores são: o bloqueio peridural no nível das raízes nervosas afetadas, bloqueio dos plexos mais relacionadas a localização da dor no membro superior ou inferior e bloqueios direto dos nervos periféricos próximos a dor, guiados por
imagens de raios-X, para ter o alívio imediato da dor e o bem estar do paciente. Nos casos em que isso não resolver podemos fazer a lesão com radiofrequência, crioablação dos nervos ou Implante de eletroestimulador medular, conforme o caso.

Tratamentos:

1:  Bloqueio peridural cervical


2: Bloqueio peridural lombar


3: Bloqueio de plexo braquial


4: Bloqueio de plexo lombar


5: Bloqueio dos nervos periféricos


6: Crioablação dos nervos periféricos


7: Lesão de nervos interdigitais com radiofrequência


8: Implante de eletroestimulador medular